Informação, dicas e tendências ligado ao mundo dos Executivos, Universitários e Empresas.

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

ESTÁ SE SENTINDO UM PEIXE FORA D'ÁGUA NA EMPRESA EM QUE TRABALHA? "PEDE PRÁ SAIR"!!!


No seu dia a dia , você já deve ter ido e frequentado lugares em que não se sinta bem, e que não apresente nenhum tipo de identidade com o lugar e as pessoas, não é mesmo? Isto também pode ocorrer em seu novo ambiente de trabalho.

Você acompanha há anos uma determinada empresa no mercado, lê várias matérias sobre a sua performance e relevância, e cria até uma certa admiração e vontade de um dia integrar o seu quadro de funcionários. Com o tempo você se prepara como profissional, amadurece na carreira, e sente que é o momento certo para enviar um currículo seu para a apreciação dessa empresa. Aí, surpresa : você é chamado para uma entrevista. Bingo!
Bem, pelo menos de uma coisa você estava certo: estava realmente preparado profissionalmente para entrar nessa" empresa dos sonhos", pois você , em meio a tantos candidatos, foi escolhido.
Dois mêses se passam, você já participou do programa de integração e adaptação dessa empresa, mas não adianta, você ainda se sente um "peixe fora d'água" .
Resolve dar mais um tempo para si mesmo e à empresa, afinal, ainda é muito cedo para que se
façam julgamentos precipitados. O tempo caminha, e você já está nessa empresa há quase um ano, seu salário está acima da média do mercado, vários benefícios, possibilidades de crescimento, mas mesmo assim não consegue se sentir satisfeito com isso tudo. Aí você se pergunta : será que estou ficando louco? Quantas pessoas não desejariam estar no meu lugar? O que será que está acontecendo comigo?
Caro amigo, se me permite, você não está ficando louco, nem tão pouco está sendo mau agradecido consigo mesmo e com o destino . Assim como uma relação pessoal, a relação entre um funcionário e uma empresa também tem aquele" fator de pele", se é que você me entende. Já deve ter acontecido por várias vezes em sua vida de você alimentar um amor quase que platônico por uma pessoa, desejá-la demais, mas quando chega a hora do "vamos ver"... não se vai, e nem se vê! Pois é, isso também pode acontecer quando você entra em uma nova empresa. Você a admira por anos, a deseja, mas quando começa a fazer parte da vida dela pode não se afinar com sua filosofia, com os seus valôres, com as pessoas, políticas internas, enfim, são tantas as variáveis . E o pior : quando um funcionário não se alinha a uma empresa em todos os sentidos, por mais que ele queira, não consegue dar o melhor de si. É como se houvesse uma barreira imaginária e intransponível entre o funcionário e a empresa.
Portanto, se você se encontra nessa situação, seja honesto e ético consigo mesmo e com o seu empregador, coloque essa situação com tudo o que lhe incomoda de uma forma adulta junto ao seu superior imediato . Talvez algumas coisas possam ser modificadas, e você se encaixe um pouquinho melhor nessa empresa, porém, particularmente, eu não aposto muito nisso. Na minha visão, quando você entra em uma nova empresa, ou você se apaixona e se sente em seu habitat em um curto espaço de tempo, ou senão não adianta , aquela não é a sua praia.
Analise com cuidado e critério a situação, e caso sinta que não dá mais para continuar nessa empresa, abra mão desse seu sonho do passado , e ..."PEDE PRÁ SAIR!"

Boa sorte!

Nenhum comentário:

Postar um comentário