Informação, dicas e tendências ligado ao mundo dos Executivos, Universitários e Empresas.

quinta-feira, 22 de março de 2012

"COMO SOBREVIVER A UMA CONSULTORIA - PARTE II"

Hoje vou dar algumas dicas à você, executivo,  que se encontra deseperado por estar 
passando por uma consultoria em sua empresa, e não está sabendo direito como lidar com todo esse processo. Para você que não leu a primeira parte dessa postagem, sugiro que leia a postagem anterior com o mesmo título, "Como sobreviver a uma consultoria - parte I".

Em primeiro lugar, vale ressaltar que ninguém muda da noite para o dia, ou seja, o que você fez , ou deixou de fazer pela sua empresa até hoje já está feito, bem como a sua imagem profissional, que veio sendo trabalhada e construída a cada um dos dias em que você trabalhou em sua empresa. Portanto, mais da metade da avaliação do consultor em relação ao seu perfil profissional já está  traçada pelo seu antecedente profissional. O que acontece é que muitos profissionais que são tidos como acima da média , às vezes se atrapalham e se perdem por nervosismo, passando para o consultor uma falsa imagem, que não condiz com toda a sua capacidade profissional, embora tenham sido gerados bons resultados no decorrer dos anos por este funcionário na empresa. Então, vamos conferir algumas dicas.


Quebre o gêlo você!

Ao primeiro contato com um consultor, não espere que ele "quebre o gêlo". Seja simpático, mas contido, e faça uso do seu marketing pessoal. Os fatores que me refiro incluem a sua vestimenta como um todo, os modos pessoais ( atitudes ), o modo de falar e a postura profissional. É bom lembrar que o consultor já tem, préviamente, informações básicas sobre você, portanto, apresente-se de uma forma sincera , e não se iniba de perguntar sobre a empresa do consultor, e de seus trabalhos. Essa é uma atitude atenciosa, e que tira um pouco o foco sobre você.


Demonstre que você está com ele!

Quebrado o gêlo, é hora de entrar na consultoria propriamente dita. O consultor deverá iniciar uma entrevista informal com você, mas antes disso, você tem todo o direito de conhecer melhor quais são os objetivos da consultoria, e aí é que você deverá demonstrar ao consultor que você estará disponível e contribuirá com todas as etapas da consultoria de uma forma transparente , colaborativa e tranquila. Demonstre que você está com ele!


Contenha a língua, e aguçe a escuta!

Não fale demais, não fale mal dos seus colegas de trabalho e superiores, e saiba escutar. Estimule o consultor a falar o máximo possível, pois assim você terá a chance de conhecê-lo um pouco melhor.É claro que você está lidando com um consultor, e este já conhece uma série de artimanhas utilizadas pelos funcionários, porém, não custa nada tentar.



Equilíbrio emocional à prova!

Á medida em que a consultoria vai avançando , o consultor vai tendo condições, aos poucos, de avaliar o seu euqiluibrio emocional, que diz respeito ao seu preparo psicológico para superar adequadamente as adversidades rotineiras em seu ambiente de trabalho, bem como fora dele. É justamente aí que surge o momento da verdade, que o profissional mostrará se tem equilíbrio emocional ou não. Portanto, sugiro que você pratique um esporte ou uma atividade física prazerosa para poder descarregar o seu estresse, e se recarregar emocionalmente.Respire fundo e oxigene o seu cérebro antes de fazer as suas colocações, principalmente em ocasião de situações adversas, e nesses momentos, tente ativar mais o seu lado racional do que o emocional.


Carregue à tiracolo a flexibilidade!

Aí está a grande chave para o sucesso e entendimento entre o consultor e o funcionário. Não existe pior tipo de funcionário para um consultor do que aquele que se mostra inflexível. Você já parou para observar aqueles funcionários que se acham únicos e que tudo sabem? Pois bem, este está, sem dúvida, "pedindo para sair". É importante que você tenha em mente que não está certo o tempo todo e nem tampouco precisa fazer valer perante os outros as suas próprias idéias a todo momento. 

Bem, caro amigo, sugiro que reflita sobre as dicas de hoje, e na próxima postagem irei discorrer mais sobre esse assunto, e trarei mais dicas para você.
Obrigada pela confiança!

Nenhum comentário:

Postar um comentário